Justiça nega a ex-PMs pedido para suspender ação do caso Marielle

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou um pedido para suspender a ação penal contra os acusados de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes.

Ronnie Lessa e Elcio Queiroz, acusados do crime, pediram a paralisação do processo à 4ª Vara Criminal até que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decida se a investigação deve ser federalizada.

A decisão é da última segunda-feira (25), assinada pelo juiz Gustavo Gomes Kalil.

Ele escreve que a possível federalização serviria para garantir a efetividade da investigação, caso as instituições estaduais demonstrem “inaptidão para a célere apuração”.

 

 

 

G1

 

 

 

PUBLICIDADE

Contato

Vale News PB Av: Gov. João Agripino
Bairro: Ouro Branco
CEP: 58765-000
Piancó - PB
(83) 9111-9705 valenewspb1@gmail.com