Cerca de 135 mil pessoas desconhecem que estão com HIV no país, estima Ministério da Saúde

O tom dos discursos feitos no encontro do PSB que acontece no Rio de Janeiro desde esta quinta-feira (28) tem destacado a relação do partido com o PT. Até mesmo o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, que encontrou Lula três dias após o ex-presidente sair da prisão, teceu críticas à postura que vem sendo adotada pelos petistas.

Para Ricardo Coutinho, as falas que Lula tem feito após deixar a prisão tendem a isolar o PT. Durante uma reunião com a cúpula do PT, Lula teria dito que o partido não nasceu para servir de apoio.

O ex-governador da Paraíba criticou a postura de Lula e disse que esse não era o papel que estava esperando dele.

“Lula se portou muito mais como chefe de partido. O papel dele deveria ser de um líder com estatura para aglutinar mundialmente setores afinados com a democracia. Não entendi essa expressão mais localizada”, ressaltou em entrevista à Folhapress. Apesar de ter encontrado Lula pouco após o ex-presidente sair da prisão, Ricardo Coutinho não conversou mais com ele depois das declarações criticadas.

Dirigentes do PSB presentes no congresso também teceram críticas ao PT e à postura do ex-presidente Lula. O partido está buscando descolar sua imagem dos petistas.

Vários integrantes do PSB da Paraíba foram até o Rio de Janeiro neste fim de semana para participar da Conferência Nacional do PSB. O senador Veneziano esteve ao lado do ex-governador Ricardo Coutinho durante a abertura do evento. Já o atual governador da Paraíba, João Azevêdo, não foi até o Rio de Janeiro para encontrar os colegas de partido. Recentemente João Azevêdo tem declarado que pretende deixar o PSB, porém, ainda não anunciou seu destino.

 

 

Click PB

 

 

PUBLICIDADE

Contato

Vale News PB Av: Gov. João Agripino
Bairro: Ouro Branco
CEP: 58765-000
Piancó - PB
(83) 9111-9705 valenewspb1@gmail.com