Brasil compra 'Avifavir', droga russa contra covid-19, diz CEO

México, Colômbia, Peru e Brasil, entre os países que compram a droga russa contra o avifavir covid-19. A Rússia  desenvolveu o medicamento em colaboração. com a empresa JimRar.

"O Avifavir já foi comprado não apenas pelos vizinhos da Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão, mas também pela Colômbia, Brasil, Bulgária, México, Arábia Saudita, Peru e muitos outros países, além de mais de 50 países estarem enviando pedidos de compra", escreveu Dmitriev em um artigo na revista Newsweek na terça-feira (13).

Segundo Kiril Dmítriyev, diretor do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF), envolvido no desenvolvimento do medicamento, observou que mais de 50 estados enviaram uma solicitação de compra. Dentre eles as nações sulamericanas.

"O avifavir já foi comprado não apenas pelos vizinhos da Rússia: Bielorrússia e Cazaquistão, mas também pela Colômbia, Brasil, Bulgária, México, Arábia Saudita, Peru e muitos outros países, com mais de 50 países enviando pedidos de compra ".
O Avifavir , no final de maio, recebeu um certificado de registro do Ministério da Saúde da Rússia e se tornou o primeiro medicamento SARS-CoV-2 do mundo a conter o ingrediente ativo favipiravir. Em 3 de junho, o medicamento foi incluído na lista oficial de diretrizes para prevenção, diagnóstico e tratamento da covid-19 no país.

A avaliação é que o antiviral  "demonstrou alta eficiência" durante a primeira etapa do teste. Nos primeiros quatro dias de tratamento, 65% dos 40 pacientes que tomaram Avifavir apresentaram resultado negativo para o covid-19 e, no 10º dia, a porcentagem de pacientes com resultado negativo aumentou para 90%.

 

 

Terra

 

 

 

PUBLICIDADE

Contato

Vale News PB Av: Gov. João Agripino
Bairro: Ouro Branco
CEP: 58765-000
Piancó - PB
(83) 9111-9705 valenewspb1@gmail.com